You are on PERI's international website. Click here to switch to PERI USA. Click here to view all PERI websites.

Cais Maritimo de Port Malabo, Guiné Equatorial

Dados de Projetos

Localização: GUINÉ EQUATORIAL, Malabo, Portugal

O projecto consiste na execução de um cais marítimo na Guiné Equatorial em Port Malabo numa extensão aproximada de 500 m.

 

Requisitos

  • A intervenção consiste na construção da zona extrema da plataforma de cais, composta basicamente por duas fases distintas, nomeadamente a zona extrema de laje como acabamento do topo dos caixões previamente colocados, e o muro suspenso na face exterior do cais, ou seja, a zona de atracagem dos navios.

Cliente

ETERMAR, S.A.

Benefícios para o cliente

  • Carro construído para oferecer maior flexibilidade de utilização, nomeadamente nas zonas de transição de sentido
  • Equipamento de utilização simples, com reduzida mão-de-obra e ciclos rápidos de aplicação
  • Facilidade do processo de cofragem e descofragem
  • Flexibilidade na montagem e desmontagem do conjunto nas mudanças de direcção.
Eng.º Mario Freilão e Eng.º José Vidal
Director de Obra e Adjunto Direcção de Obra

Este sistema possibilita a betonagem de 56 m2 de muro cada 2 dias, ou seja, o dobro do rendimento atingido pelo processo tradicional, permitindo a optimização do equipamento e uma redução considerável da mão-de-obra. Isto deve-se sobretudo à facilidade do processo de cofragem e descofragem, bem como à flexibilidade na montagem e desmontagem do conjunto nas mudanças de direcção.

Soluções PERI

  • Numa primeira fase é executada a plataforma sobre os caixões, sendo deixadas nesta fase as ancoragens necessárias à utilização do equipamento que vai executar o muro suspenso na segunda fase.
  • Na primeira fase utiliza-se o sistema TRIO que é aplicado para definir o limite vertical da betonagem da plataforma sobre os caixões ao longo do cais.
  • Na segunda fase utiliza-se um carro especial metálico com cerca de 12 m de comprimento, que viaja ao longo da plataforma sobre a laje executada na fase anterior; este serve para transportar e posicionar cerca de 14,40 m de comprimento de cofragem TRIO, executando o muro suspenso com cerca de 2,70 m de altura e 0,30 m de espessura.
  • O carro foi construído de forma a poder ser usado com o comprimento total (12 m) ou separado em duas partes iguais, de maneira a oferecer maior flexibilidade de utilização, nomeadamente nas zonas de transição de sentido.
  • Houve especial atenção no capitulo da segurança dado ser um equipamento de porte considerável e os principais trabalhos serem executados sobre o mar.
  • Houve também a preocupação de criar um equipamento de utilização simples e com reduzida intervenção de mão-de-obra, possibilitando ciclos rápidos de aplicação.
  • A solução adoptada para a presente obra decorreu da experiência acumulada pela PERI em obras semelhantes já realizadas assim como da análise das expectativas do cliente em termos de segurança, qualidade e rendimento de execução.
  • Foi criada uma estrutura especial metálica em balanço com um peso total aproximado de 32,5 t incluindo painéis de cofragem, podendo executar cerca de 60 m2 de muro de cais correspondentes a cerca de 14,4 ml de extensão.
  • É composta por uma estrutura treliçada horizontal que funciona como apoio e carro de transporte e posicionamento, na extremidade da qual suspende outra estrutura treliçada vertical que serve de apoio aos painéis de cofragem verticais e de fundo (em cunha).
  • A estrutura horizontal fica fixa por ancoragens à laje de cais, estando dotada de fusos que permitem a sua regulação em altura e descofragem, bem como de um sistema de rodados destinados a funcionar na fase de movimentação para a posição do ciclo seguinte.
  • A estrutura vertical está equipada com rodízios na zona superior de ligação à estrutura horizontal, por forma a ser possível proceder tanto à regulação transversal como à descofragem, preparando o conjunto para a fase de movimentação.
  • Os painéis de cofragem são standard, do sistema TRIO da PERI, existindo apenas um painel especial que cofra a zona de fundo do muro conferindo-lhe uma secção em ângulo que permite o remate com as paredes dos caixotões. Este painel foi dotado de um dispositivo de apoio, que permite ao mesmo tempo regulação transversal, de modo a obviar possíveis pequenos desvios no alinhamento dos caixotões.
  • Toda esta estrutura vertical é fixa na base apenas com um alinhamento de ancoragens, previamente colocados nas paredes dos caixotões.