You are on PERI's international website. Click here to switch to PERI USA. Click here to view all PERI websites.

Reabilitação dos Cais entre Santa Apolónia e o Jardim do Tabaco

Dados de Projetos

Localização: Lisboa, Portugal

O projecto consiste na construção de uma plataforma cais com cerca de (200 x 45) m para atracagem de navios de Cruzeiro .

 

Requisitos

  • Esta plataforma será construída sobre o rio, assentando sobre estacas que formam uma malha corrente de (8,10 x 6,00) m num total de 204 unidades.
  • Sobre a cabeça das estacas serão executados dois tipos de maciços (M1 e M2), que receberão vigas pré-fabricadas e sobre estas pré-lajes.
  • O contorno da plataforma, que é formado por uma viga, será construído “in situ”.
  • Da mesma forma, será igualmente construída uma viga de coroamento na bordadura do cais existente, sendo esta também executada localmente.
  • Em termos de cofragem, trata-se portanto de uma obra que tem como particularidades o elevado número de utilização de moldes em condições adversas, visto os trabalhos estarem condicionados pelas marés e todos os trabalhos serem executados sobre água.

Cliente

SOMAGUE / SETH

Benefícios para o cliente

  • Sistema de cofragem versátil 
  • Cumprimento dos prazos da empreitada
  • Actividades realizadas com um minimo de operações 
  • Operações de cofragem / descofragem fáceis, reduzindo mão-de-obra e tempos de operação

 

Eng.º Paulo Plácido
Director de Obra

Devido às especificidades da obra - execução de maciços de encabeçamento dependentes das variações das marés - a preocupaçãp desde inicio foi encontrar um sistema de Cofragem versátil garantindo os padrões de qualidade exigidos pelas empresas, e simultaneamente o cumprimento dos prazos da empreitada.

Eng.º Gonçalo Marques
Director de Obra

As soluções estudadas pela PERI permitem a realização das actividades com um minimo de operações , o que garante o sucesso das mesmas.

Soluções PERI

  • Para a execução dos maciços, a solução baseou-se na possibilidade de aproveitamento de uma grelha já existente de perfis soldados ao revestimento metálico das estacas, formando assim a única base de apoio aos moldes para execução dos maciços de encabeçamento.
  • Para a execução das vigas de bordadura, criou-se uma base de apoio em perfis metálicos lançados a partir de consolas aplicadas em cones previamente aplicados aquando da execução dos maciços respectivos.
  • Para a cofragem dos maciços M1 e M2, a solução baseou-se na criação de uma plataforma de base servindo de cofragem de fundo e plataforma de apoio, assente sobre perfis metálicos existentes soldados às camisas das estacas. A cofragem lateral é constituída por painéis metálicos assentes sobre a plataforma antes referida.
  • A geometria do maciço M2 é um cubo de (1,60 x 1,60 x 1,45) m centrado sobre a estaca de diâmetro 1,00 m.
  • O maciço M1, 34 unidades de bordadura, tem dimensões de (1,60 x 2,20 x 1,45) m tendo na face exterior uma pala pendurada com (1,60 x 0,50 x 2,90) m.
  • Apostou-se num sistema de utilização que facilitasse as operações de cofragem / descofragem, reduzindo a utilização de mão-de-obra e consequentemente os tempos de operação, visto existirem limitações naturais, ou seja, as marés.
  • Os postiços existentes na plataforma de fundo permitem descofrar rodando a mesma 45º, possibilitando assim a saída da plataforma inteira de baixo para cima sem desmontar.
  • Para as vigas de bordadura, cuja cofragem funciona ao mesmo tempo como cofragem de topo da laje, optou-se por um sistema misto de standard e especial metálico, respectivamente cofragem e sistema de apoio.
  • O sistema de apoio é constituído por consolas especiais, devido às limitações em termos de dimensão, suspensas em cones de ancoragem previamente colocados em posição na betonagem dos maciços de encabeçamento correspondentes.
  • Entre consolas são lançados perfis metálicos que permitem o apoio da cofragem da viga propriamente dita. Foram criados dois tipos de consolas visto existirem duas secções diferentes de viga.

Sistemas PERI utilizados