You are on PERI's international website. Click here to switch to PERI USA. Click here to view all PERI websites.

Ponte sobre o Rio Catumbela, Angola

Dados de Projetos

Localização: ANGOLA, Catumbela, Portugal

A nova Ponte Rodoviária sobre o Rio Catumbela, localizada na Província de Benguela, Angola, está inserida no projecto de via rápida Benguela-Lobito, e substitui a centenária ponte metálica construída pelos Caminhos de Ferro de Benguela.

Requisitos

  • A nova ponte apresenta quatro torres de aproximadamente 48m de altura que suspendem, através de tirantes, dois vãos com 64 m e um vão central sobre o rio Catumbela com 160m.
  • Os tramos laterais (três junto do encontro do lado Benguela e dois junto ao encontro do lado Lobito) têm vãos de 30 m.

Cliente

Consórcio Mota-Engil / Soares da Costa

Benefícios para o cliente

  • versatilidade dos sistemas VARIO e consolas trepantes CB240
  • adaptação fácil às grandes variações de geometria
Ponte sobre o Rio Catumbela, Angola - Engº Alberto Pereira, Director de Obra
Engº Alberto Pereira
Director de Obra

A Peri apresentou a melhor solução técnico-económica para a execução do cimbre ao solo, da cofragem dos tabuleiros dos viadutos de acesso e dos fustes das torres, indo ao encontro das expectativas do consórcio Mota- Engil / Soares da Costa para a realização destes trabalhos.
O maior desafio foi encontrar uma solução de cofragem para ultrapassar a complexidade da secção e dos fustes das torres com aproximadamente 50m de altura e variável em toda a sua altura.
A solução foi encontrada aliando a versatilidade do sistema VARIO e do sistema de consolas trepantes CB240 a um competente departamento técnico que desenvolveu o projecto.

Soluções PERI

  • Para a execução das torres e pilares optou-se pela utilização dos sistemas trepantes CB240 e plataformas metálicas no interior, aliados a painéis de cofragem VARIO SRU facilmente adaptáveis às grandes variações de geometria.
  • Estes conjuntos garantem alturas de betonagem de 4m.
  • O sistema VARIO SRU foi ainda utilizado como cofragem das vigas carlinga das torres, nas aduelas e nos tramos do tabuleiro.
  • Para as paredes dos encontros, recorreu-se ao sistema TRIO e consolas de apoio KG.
  • Relativamente ao sistema de cimbre para a execução dos tabuleiros e aduelas, a escolha recaiu no sistema ROSETT, garantindo a adaptação das estruturas de cimbre a várias alturas e geometrias do tabuleiro.